Águas para Educar capacita comunidade escolar sobre gestão da água

Aprender a gestão correta da água, o uso de forma sustentável por meio de orientações e práticas de Convivência com o Semiárido é o objetivo do curso Gerenciamento de Recursos Hídricos (GRH), realizado pela Cáritas Diocesana de Pesqueira, nos dias 19 e 20 de junho, na escola municipal Professora Adelzira Teixeira Cavalcante, na comunidade de Mata Verde, em Tupanatinga. A escola rural é uma das duas que foram contempladas a receber as tecnologias sociais do Projeto “Águas para Educar” no segundo semestre.

Ao todo, 33 pessoas participaram do curso, e segundo a diretora da escola Rosângela da Silva, o projeto chegou no momento certo. “Esse projeto chegou em uma boa hora em nossa escola, temos uma estrutura nova e existe uma grande procura dos pais para matricular seus filhos. Com isso, aumenta o consumo de água pra beber e cozinhar, e nós dependemos do carro pipa, quando ele não vem tenho que pedir água aos vizinhos para não parar as aulas”, comenta. Ela finaliza “Esse projeto é de grande importância para a comunidade escolar, tanto essa cisterna de 52 mil litros, quanto o bioágua que vai fazer o reuso da água da escola pra plantarmos alface, cebolinha e outras verduras que ajudem na merenda da escola”.

O Projeto executado pela Cáritas Diocesana de Pesqueira, em parceria com Fundação Avina e Água Ama, água mineral produzida pela AMBEV, consiste na construção de sete cisternas para captação de água da chuva com capacidade para armazenar 52 mil litros; e implantação de sete sistemas de reuso de águas residuais (bioágua), para a produção de uma horta em escolas rurais nos municípios de Tupanatinga, Buíque, Pesqueira, Sanharó e Sertânia.

O objetivo do “Águas para Educar” é debater uma educação contextualizada e a convivência com o Semiárido através de momentos de formação, capacitação de conteúdos e técnicas para sustentabilidade do projeto, a exemplo de gestão comunitária, que permitirá que a comunidade se torne responsável pela continuidade da ação.

Por Núcleo de Comunicação da Cáritas Diocesana de Pesqueira.

3

4

5


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *