Associativismo, fortalecimento, desafios, experiências exitosas e sustentabilidade na pauta do 2º Encontro de Gestão Comunitária de Água

Com uma proposta de aprofundar reflexões acerca da temática gestão comunitária da água, além de apresentar experiências sobre o panorama do acesso à água na América Latina e no Brasil, a cidade de Venda Nova do Imigrante, no Espírito Santo, sediou de 22 a 24 de novembro, o 2º Encontro Nacional de Gestão Comunitária de Água.

A Cáritas Diocesana de Pesqueira por executar em parceria com a Fundación Avina e Aliança Água + Acesso (Instituto Cola Cola Brasil), com o apoio da Prefeitura Municipal  de Buíque, o Projeto de Gestão Comunitária de Sistemas de Abastecimento D’água no município de Buíque, além de assessorar experiências em gestão comunitária foi convidada a participar do  Encontro.

Na abertura o momento de mística (boas vindas) ficou sob a responsabilidade da Cáritas que de forma lúdica, por meio de encenação teatral, retratou as dificuldades e a importância de  grande parte da população em ter acesso à água.

 As boas- vindas e abertura do ciclo de plenárias, ficou com o presidente da CLOCSAS, Rolando Marín, que pontuou  gestão comunitária na América Latina e Associativismo. “Precisamos dar visibilidade e reconhecimento à gestão comunitária da água, ela praticamente é invisível. Existe uma fragilidade  organizacional, técnica e  financeira,  e  neste ponto precisamos  fortalecer o associativismo enquanto organizações”, pontua.

3

1

_DSC4919

Na sequência, as demais plenárias abordaram os avanços e desafios da gestão comunitária do saneamento rural do Brasil, a ação das OCSAS (Organizações Comunitárias de Água e Saneamento), os desafios para  sustentabilidade,  as formas de acesso aos recursos financeiros, um panorama nacional e desafios do saneamento básico no  Brasil, dentre outros temas. E por fim,  um momento de apresentação de experiências em gestão comunitária de água, durante as plenárias “Compartilhando  Experiências”.

A Cáritas Diocesana de Pesqueira durante as plenárias de experiências participou em dois momentos:  primeiro por meio do assessor técnico, Francimário Gomes, que explanou sobre o Projeto de Gestão Comunitária de Sistemas de Abastecimento D’água , desenvolvido no município de Buíque.  “A experiência neste projeto nos mostra a cada etapa e reunião a importância da população primeiro  entender sobre Direito no acesso à água, e na sequência que possuir este bem tão precioso , e não  saber gerir é deixar o ouro escorrer pelas mãos”, afirma.

_DSC4646

IMG_20181122_155957

_DSC4739

Ele ainda finaliza. “Este é o papel do projeto de gestão comunitária envolver a comunidade, construir e reconstruir conhecimentos a partir das experiências das famílias , e das especificidades da comunidades, para assim, criar um modelo de autogestão construído coletivamente, que sirva de referencial para outras comunidades”.

No segundo dia foi a vez da agricultora, e líder comunitária da comunidade Malhada Branca, em Buíque, Maria José Ramalho, que apresentou sua  experiência em gestão comunitária à frente da Associação. “Sonho que se sonha junto é uma realidade. Só conseguimos tudo o que temos em nossa comunidade porque acreditamos que juntos podemos mais. E a verdade  apresentei aqui para  vocês”, complementa.

IMG-20181123-WA0078

IMG_20181123_150807

Ao final do Encontro os participantes conheceram experiências em gestão comunitária de água, em cinco comunidades no interior do Espírito Santo, sob as temáticas tratamento de água,  e captação superficial e  tratamento de ultrafiltração.  

3

2

_DSC4978

2º Encontro Nacional de Gestão Comunitária de Água

 O Encontro foi uma realização da Fundación Avina, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES-ES), e a Confederação Latino Americana de Organizações Comunitárias de Serviços de Água e Saneamento (CLOCSAS), com a colaboração do Instituto Coca Cola Brasil.

Com o tema “Visibilizando e Fortalecendo a Gestão Comunitária de Água”, o encontro teve como objetivo aprofundar o tema, dar maior visibilidade ao tema da gestão comunitária de água, fomentar diálogos e o intercâmbios de experiências envolvendo os diversos modelos existentes no Brasil. Participaram do Encontro representantes de 13 estados do país,  e de organizações da América Latina.

Por Núcleo de Comunicação da Cáritas Diocesana de Pesqueira.

Fotos: Instituto Coca Cola Brasil, e Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES-ES).


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *