Cáritas Diocesana apresenta experiências dos grupos de mulheres na Fenearte

De 03 a 14 de julho a Cáritas Diocesana de Pesqueira participou da maior feira de artesanato da América Latina, a Fenearte. Com grande potencial de economia criativa a Feira gera renda para muitos artesãos, e movimenta a economia de todo o Estado, com uma estrutura de 5 mil expositores de 21 países.

Por cinco anos consecutivos a Cáritas Diocesana foi representada pelos grupos de mulheres assessorados, este  ano a  participação foi em estande próprio com  produtos e experiências de três  grupos  de mulheres assessorados  pela instituição.

Da cidade de Buíque o grupo “Mulheres Costurando Sonhos”, produziu blusas, produtos de cama e cozinha, e artesanato em geral com  bordados, pinturas, aplicações em patchwork, macramê e vagonite. Da cidade de Poção, as rendeiras do grupo “Mulheres de Renda”, trouxe pontos em richelieu das passadeiras em renda renascença, além de blusas, vestidos, infantis, peças de cozinhas, cama, mesa e banho. E por fim, do município de Pesqueira, deliciosos bolos de rolo, nos sabores de maracujá, limão, café, e goiabada, além das bolachas salgadas, e  doce de leite em pote e em barra  foram produzidos pelas “Mulheres de Novo Cajueiro”.

 O fortalecimento dos grupos de mulheres na perspectiva da Economia Popular e Solidária, fomentando a participação e a gestão delas em empreendimentos solidários, está dentro das linhas de ação da Cáritas Diocesana de Pesqueira. Assim, no segundo dia de Feira  as mulheres rendeiras do grupo “Mulheres de Renda”, foram homenageadas por meio do Projeto Sertões”.  Idealizado pela designer têxtil e jornalista, Zizi Carderari,  o projeto teve como objetivo mapear a arte popular brasileira e transpor o uso das peças para a decoração de interiores, assim, as peças em renda renascença foram transformadas em almofadas e passadeiras, e  expostas para  comercialização no Espaço Interferência Janete Costa, na Fenearte.

O projeto gerou o  documentário “Projeto Sertões Pernambuco” que foi gravado durante a visita ao atelier das rendeiras na cidade de Poção. “Foi um aprendizado e emoção ver o que elas conseguem fazer com as mãos. Peças lindas com expressividade, delicadeza e sentimento”, comentou Zizi. 

Durante os 12 dias de Feira, a   agente da Cáritas  Paroquial Santana de Buíque e artesã  do “Mulheres Costurando Sonhos”, Jessika Oliveira;  e  integrante do grupo  “ Mulheres de Novo Cajueiro”, Adriele  Espindola, foram as responsáveis no estande por apresentar a Cáritas Diocesana e os trabalhos desenvolvidos pelos grupos.

 “Para mim foi uma experiência única e  muito rica. Aqui pude conhecer outros artesões,  técnicas,  formas, cores, e tendências. A variedade da Feira , abriu meus horizontes e  em como podemos melhorar nossos produtos para a próxima Fenearte”, declarou Adriele.

“Representar a Cáritas  em um espaço  como a Feneart para  mim que sou  uma agente Cáritas é um orgulho danado. Aqui pude mostrar que é possível transformar  realidades com ações eficientes e focadas”, finalizou Jessika.

Durante  a Feira o estande recebeu  visitas como o bispo Dom José Luiz Ferreira Sales , da secretária executiva da Cáritas Diocesana de Pesqueira Neilda Pereira, e dentre outras personalidades.

Por Núcleo de Comunicação da Cáritas Diocesana de Pesqueira.

3

5

8

 

2

7

I4

11

1


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *