Cáritas Diocesana implementa cisternas de 1ª e 2ª água em escolas e comunidades quilombolas no Agreste Pernambucano

Números demonstram que no Semiárido pernambucano existem cerca de 2,3 mil famílias residentes em comunidades quilombolas sem acesso adequado à água para o consumo humano, e, algumas dessas comunidades estão localizadas nos municípios de Garanhuns, Brejão e Bom Conselho.

Com o objetivo de proporcionar acesso à água para estas comunidades a Cáritas Diocesana de Pesqueira por meio do Projeto Nacional de Apoio à Captação de Água da Chuva/Programa Cisternas, irá implementar nestes municípios 300 cisternas, sendo 297 cisternas de primeira água, e 3 cisternas de segunda água. 

As cisternas de  primeira  água com capacidade de armazenamento  de 16 mil,  voltadas para o consumo humano serão construídas nos  três municípios beneficiando ao todo  297 famílias quilombolas. As de segunda água com capacidade de 52 mil litros ,conhecidas como cisterna-calçadão, são voltadas para armazenar água  para produção de alimentos e criação  de pequenos animais, e serão implementadas  em 3 escolas rurais nos municípios  Garanhuns e  Brejão, com prioridades paras as  localizadas em território quilombola, terras indígenas ou assentamentos.

Como parte das etapas que antecedem as construções a Cáritas Diocesana de Pesqueira  está promovendo reuniões de mobilização com lideranças municipais e  comunitárias, para apresentação  do projeto,  dos critérios para seleção das  famílias e comunidades que serão contempladas.

Em Garanhuns foi formada uma  comissão com as lideranças que selecionaram as seguintes comunidades, Castanhinho, Tigres e Caluete. Em Brejão também foi formada uma comissão com as lideranças para  escolha das comunidades que  foram: Curiquinha dos Negros e Comunidade Batinga.

No município de Brejão o curso de  Gerenciamento de Recursos Hídricos (GRH)  está entre as etapas de formação  e capacitação das  famílias contempladas  com o Projeto.  Nesta quarta- feira (11), cerca de 23 pessoas da  Comunidade Quilombola Curiquinha participaram do curso. Na quinta-feira (12), será a vez  das famílias da Comunidade Batinga.

Por Núcleo de Comunicação da Cáritas Diocesana de Pesqueira.

4

3

1

2

1

1

3

2


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *