Cáritas Diocesana de Pesqueira vivencia a V Jornada Mundial dos Pobres na Diocese de Pesqueira

 

A Cáritas Diocesana de Pesqueira junto à Diocese de Pesqueira vivenciaram o “Dia da Solidariedade”, na última terça-feira (16).  A atividade fez parte da programação da V Jornada Mundial dos Pobres no Brasil e foi realizada na comunidade Quilombola Negros do Osso, município de Pesqueira. Além disto, o “Dia da Solidariedade” também foi uma atividade celebrativa em alusão ao aniversário da Cáritas Diocesana de Pesqueira. A ação contou com o apoio da Cáritas Regional Nordeste 2 e da Misereor, e teve como principal objetivo oferecer um dia de serviços para os moradores da comunidade por meio de parceiros envolvidos.

A atividade aconteceu na Escola Municipal Quilombola Governador Eduardo Henrique Accioly Campos, onde foram realizados os seguintes serviços: 17 recadastramentos de agricultores como segurado especial, 15 DAPS de Seguro Safra emitidas/atualizadas, orientação para aposentadorias, auxílio doença e salário maternidade, ambos os serviços por meio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pesqueira (STTR). Seis atendimentos psicológicos ofertados pela Associação PODE; 15 escutas terapêuticas com o psicanalista Cazuza Galindo; 29 cortes de cabelo masculino com o voluntário Luciano Barbeiro; 14 atualizações do CadÚnico com a Secretária Municipal de Assistência Social; 16 aferições de pressão arterial e glicose, 64 pessoas vacinadas, 10 testes rápidos de COVID, sífilis, hepatite B e C e orientação odontológica para 20 pessoas, através da equipe da UBS do distrito de Mimoso. Recreação para as crianças por meio do Asevi; e a doação de 2500 peças de roupas, 50 cobertores e 300 pares de calçados entregues pela Cáritas Diocesana de Pesqueira.

“Essa ação da Jornada Mundial dos Pobres articulada pela Cáritas Diocesana, junto com a Comissão Diocesana para Ação Socio-transformadora, no dia de seu aniversário, vem dialogar com o que tem nos pedido o Papa Francisco, no sentido de agirmos pelos pobres e com os pobres. Uma bela atividade, que contribuiu para levar o mínimo de cidadania para essa comunidade quilombola”, ressalta o  membro da coordenação colegiada da Cáritas, Itamar de Carvalho.

Logo após a oferta dos serviços, o “Dia da Solidariedade” foi finalizado com a Celebração da Palavra, ministrada pelo Frei Wellington Buarque, para os moradores da comunidade. Na ocasião as crianças e os jovens realizaram a apresentação cultural com a dança do maculelê, resgatado pela comunidade quilombola.

“Vivenciamos uma experiência incrível, enquanto Comissão Sócio-transformadora da Diocese de Pesqueira. Como Igreja, atendendo ao apelo do Papa Francisco, precisamos ir ao encontro das periferias existenciais que hoje encontramos em nossa sociedade! Ao nos colocarmos em saída, tendo ido ao encontro daquela comunidade, nos foi possível “ver e tocar” uma realidade comunitária e humana bem concreta, permeada de diversas necessidades e privações. Sigamos, abrindo caminhos, somando forças e dando-nos as mãos, na certeza de sermos, assim, uma Igreja em saída”, finaliza o coordenador da comissão Sócio-transformadora,Frei Wellington Buarque, OFM.

IMG_4003 IMG_4010 IMG_4015 IMG_4018 IMG_4027 IMG_4037 IMG_4054 IMG_4056 IMG_4063 WhatsApp Image 2021-11-17 at 09.15.13 WhatsApp Image 2021-11-17 at 09.15.15 (1) WhatsApp Image 2021-11-17 at 09.15.18 (1) WhatsApp Image 2021-11-17 at 09.22.47 (1) WhatsApp Image 2021-11-17 at 09.22.50 (1) WhatsApp Image 2021-11-17 at 09.22.52 (2) WhatsApp Image 2021-11-17 at 11.05.12


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *